Nota de repúdio: Matéria do portal de notícias Metrópoles que acusa Sardinha de articulação para “upgrade” em benefício próprio


17 Sep
17Sep

Em matéria publicada no início da noite desta segunda-feira (16) pelo portal de notícias Metrópoles, o autor profissional de matérias-primas ou o deputado Reginaldo Sardinha de “atualização” articular para “possível” categoria de origem.

Para parlamentares, servidores de PCDF há 20 anos, é uma honra incluída no portal ao quadro de servidores como agente de execução penal. “Meu sonho é poder ser nomeado em duas cargas ao mesmo tempo. Até porque, estamos falando de irmãos de categoria. Agradeço ao portal pela nomeação na carreira ”, revela Sardinha.

Sobre uma acusação de ter sido declarada impedida de discussão. De acordo com o Regimento Interno da Câmara Legislativa (RICLDF), o parlamentar pode tomar essa medida quando uma proposta é de autoria própria. No caso, o projeto em questão veio do Poder Executivo. O documento de permissão normativa da Casa também atribui ao parlamento a liberdade de incluir agendas em qualquer proposta.

Vale lembrar

O Projeto de Lei em questão é o número 526/2019, de autoria do Poder Executivo, que altera o nome da categoria de agentes de atividades penitenciárias para agentes de execução penal e inclui o nível superior de carreira. Uma proposta foi votada no último dia 20 de agosto. Com aprovação por unanimidade no 1º e 2º turno do CLDF.

Categoria

Além do PL nº 526/2019, o distrito entrou em conflito pelo PL nº 549/2019, também da autoridade do poder executivo, que cria o serviço voluntário para os agentes de execução penal. O benefício para equipar uma carreira como excesso de segurança no DF.

Outra batalha que envolve o parlamento junto aos agentes no âmbito Federal é uma estimativa da PEC 372/17 pela Câmara dos Deputados Federal, que institui a Polícia Penal no Brasil. Assim, dando condições dignas para o trabalho desses profissionais. Incluindo-os ao rol dos órgãos do sistema de segurança pública e determinando suas competências.

Segundo ou distrito: “É uma honra lutar pelo nome dos agentes e por todos os servidores da segurança pública do DF”.

Providências

Sendo assim, uma cobra parlamentar que ou veículo de comunicação, faça a correção do conteúdo publicado e prestará retratação. Uma vez que as acusações são inverídicas, desmunidas de provas físicas e irresponsáveis.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.