Distrital discorda da possibilidade do STF de liberar presos como medida de prevenção ao Coronavírus


19 Mar
19Mar

      O ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) discutiram ontem(18) a possibilidade de liberar presos do sistema penitenciário do DF como medida de prevenção ao Coronavírus. O deputado distrital, Reginaldo Sardinha (Avante), representante do sistema na Câmara Legislativa do DF (CLDF) discorda da medida. 

      De acordo com Sardinha estamos falando de uma medida inadequada. “Dentro do presídio eles estão mais seguros do que aqui fora. Lá recebem assistência e atendimento. Sem contar que estamos cuidando também da saúde dos servidores que trabalham diretamente com eles”, defende. 

      A liberação é defendida pelo ministro Marco Aurélio, para que os presos cumpram pena em casa ou medidas alternativas. Seriam os presos que fazem parte do grupo de risco: grávidas, idosos, doentes crônicos. E, os detentos que cometeram crimes leves, como sem violência ou grave ameaça. 

      Hoje, o sistema penitenciário já adotou medidas de prevenção sugeridas pela Vara de Execução penal: suspensão das visitas e isolamento dos presos.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.