Confira o balanço dos primeiros 365 dias de mandato do deputado Sardinha


02 Feb
02Feb

       

         Em 365 dias de trabalho, o deputado Sardinha colocou a mão na massa. Atendeu cerca de 6.000 mil pessoas. Ao longo do ano continuou priorizando os almejos e as necessidades da população de todo o Distrito Federal. Protocolou 40 Projetos de Lei; 6 Leis Sancionadas; 124 Requerimentos; 180 Indicações; 8 Moções; 8 Propostas de Emenda à Lei Orgânica; 3 Projetos de Resolução; 9 Projetos de Decreto Legislativo. 

        Para o parlamentar todo o trabalho diário e o ritmo acelerado que demonstrou é uma forma de trazer respostas para a sociedade. “Um deputado distrital precisa ser presente! Nós fomos eleitos como representantes de todos os brasilienses. Então, vamos trabalhar que ainda temos muito o que lutar por melhorias para a população”, explica. 

       Sardinha, oriundo do cargo de policial de custódia da Polícia Civil do DF (PCDF), levantou algumas lutas como prioritárias para o mandato. Entre elas a educação, os servidores públicos, a cultura, as mulheres e outras. Das leis sancionadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF), o distrital trouxe a garantia de assistência psicológica sigilosa dentro dos órgãos da administração pública do DF, com vistas à redução do casos de assédio contra mulheres no ambiente de trabalho. 

       Outra Lei de sua autoria é a que prioriza a entrega de medicamentos para mulheres vítimas de violência domésticas farmácias públicas do DF.  A criação da Política de Manutenção  das Barragens do DF e a mais recente institui as Feiras de Artes (FEIRANTES). 


 CCJ

        Sardinha recebeu a missão de presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), colegiado que trata dos assuntos ligados à constitucionalidade, juridicidade, regimentalidade, técnica legislativa e redação das proposições. O distrital fechou a 25ª Reunião Ordinária e última da Comissão com elogios dos demais componentes. Em especial por garantir quórum em todos os encontros.

        No relatório de produtividade, constam 1045 matérias apreciadas no âmbito da CCJ, sendo que destas 293 foram enviadas para sanção do Executivo. 76 foram sobrestadas, 103 arquivadas e 794 designadas para relatoria entre os membros da Comissão, das quais 220 foram apreciadas por Sardinha.


EDUCAÇÃO

       Fruto da rede pública de ensino do DF, o deputado Sardinha fez questão de priorizar melhorias para a EDUCAÇÃO. No primeiro ano, foram destinados mais de R$ 3 milhões de emendas parlamentares, para 60 escolas em todo o DF. As instituições estão distribuídas pelo Plano Piloto, Cruzeiro, Planaltina, Brazlândia, Ceilândia, Paranoá, Gama, Santa Maria, Riacho Fundo e outras áreas.

       O distrital visitou em torno de 200 das 792 escolas do DF. Para o próximo ano a meta é dobrar a quantidade de instituições da rede pública de ensino que receberão emendas. A estimativa é de que o recurso chegue a 120 escolas com o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). Distribuídas em diferentes áreas: Plano Piloto, Cruzeiro, Planaltina, Brazlândia, Ceilândia, Paranoá, Gama, Santa Maria, Riacho Fundo e outras áreas.


CULTURA

       A cultura é outro pilar do mandato do parlamentar, apoiador do bloco carnavalesco, desodorante da asa Sardinha teve o prazer de participar da edição de 2019. Além de apoiar movimentos como as quadrilhas juninas. 


FRENTES PARLAMENTARES

       Durante o primeiro ano, buscou enaltecer setores da sociedade que precisam de fortalecimento. Com isso, foram criadas algumas Frentes Parlamentares que possam servir de apoio, como por exemplo, a Frente Parlamentar em Defesa e pelo Desenvolvimento do Artesanato. As Frente Parlamentar de Combate às Drogas e a Dependência Química; e a Frente Parlamentar das Feiras foram outras criadas pelo distrital. 


GABINETE ITINERANTE

       Em busca de aproximar mais o contato com a população, Sardinha investiu em levar o Gabinete 5 para as ruas. A primeira edição do trabalho itinerante foi no Cruzeiro, onde a tenda passou 3 dias instaladas para atender os moradores. O intuito é de que o parlamentar possa atender os cidadãos de acordo com suas demandas regionais. A segunda e última edição do ano foi no Sudoeste. Em fevereiro o gabinete itinerante voltará aos trabalhos pelas demais regiões do Distrito Federal.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.